A quantidade de páginas do meu livro realmente importa?

De um jeito ou de outro essa dúvida aparece quase todo dia por aqui.

É gente preocupada se o livro tá muito curto e precisa ser inchado.

É gente com medo de ter escrito demais.

É gente achando que as editoras só vão publicá-las se o livro tiver um número mágico exato de páginas.

Sendo assim, achei melhor fazer esse textinho pra esclarecer algumas coisas. Vamos lá…

Sim, o número de páginas costumava contar na publicação. Por quê? Porque, para a editora, imprimir um livro de 100 páginas e um de 200 dava praticamente o mesmo gasto. Contudo, o percepção de valor para o consumidor era diferente.

Por algum motivo o leitor aceitava pagar mais caro por um livro mais longo e isso fez as editoras descartarem livros muito curtos.

Uma lógica parecida se dava se o livro fosse longo demais. Muuuuuitas páginas encareciam a impressão e poderiam afastar um leitor que ainda não conhecesse o autor.

Sendo assim, por um tempo, os livros ideais eram aqueles que tinham entre 200 e 400 páginas.

Mas aí veio a modernidade e mudou tudo.

Hoje temos e-books, que não possuem custo de impressão. Hoje temos menos tempo, o que faz muitos leitores optarem por livros curtos. Hoje temos autores ficando famosos nas redes sociais e criando público antes mesmo de terem seu gigantesco livro pronto.

Tudo isso mudou a maneira como enxergávamos a quantidade de páginas em uma obra.

O que eu penso disso tudo?

Que o seu livro deve ter o número de páginas necessárias para contar a história. Nem mais, nem menos.

Jamais encha linguiça. Jamais tenha preguiça de passar a tesoura.

Escreva o melhor livro que puder, seja do tamanho que for, combinado?

Compartilhar agora!

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Recentes

Como escrever um bom plot twist?

Plot Twist é uma ferramenta narrativa que faz uma virada na trama, pegando o leitor de surpresa e introduzindo novos...

Criar histórias pode te abalar pelo resto da vida. Ótimo.

Uma das grandes bençãos e maldições do criador de histórias é que ele pode viver uma infinidade de outras vidas.Quando...

Quer que seu texto agregue valor? Então lembre disso…

Criar um texto que agregue valor, impacte o íntimo e gere efeitos reais nas pessoas é um dos grandes objetivos...

Dane-se a motivação. Não é ela que te levará ao ponto final.

O Everest está cheio de cadáveres de pessoas que estavam apenas motivadas. Sempre começa parecido...Você se empolga com uma ideia,...

A quantidade de páginas do meu livro realmente importa?

De um jeito ou de outro essa dúvida aparece quase todo dia por aqui.É gente preocupada se o livro tá...

15 livros para quem quer aprender escrita e storytelling

Boa parte da minha formação como storyteller e escritor veio de livros técnicos. É verdade que eu sigo me atualizando...

Você escreveria o seu texto mesmo se tivesse zero visualizações?

Olhar pra sua produção de forma estratégica é um grande diferencial do escritor mais experiente..Saber selecionar assuntos, moldar as frases,...

Quero escrever, mas minha mente está cheia. O que fazer?

Puxa, que ideia genial! Você se senta pra escrever, todo empolgado com essa sua nova ideia. No primeiro dia a...