Chega de ser vítima

Eu não conheço você. Não conheço as suas dores, dificuldades e nem as injustiças que a vida te trouxe. Mas, se formos seguir uma simples questão de probabilidade, as chances são de que você não seja alguém que nasceu 100% virado pra lua.

Aposto que as circunstâncias não estão todas ao seu lado.

Não acho que você é homem, branco, heterossexual, bonito, rico, carismático, com pais influentes e com tempo de sobre pra se dedicar a escrita.

E, já que você não é tudo isso, sabe o que você merece de especial?

Nada.

Vou te falar uma coisa que muito “guru” por aí evita dizer com medo de perder seguidores: o mundo de verdade não está nem aí para as suas dificuldades. As pessoas possuem os seus próprios problemas e o que elas querem é saber o que você pode acrescentar à vida delas.

O mercado, as editoras e os leitores não se importam se você é branco, negro, homem, mulher, gay, ateu, religioso, bonito ou feio. Na hora do pega pra capar, essas forças implacáveis não vão querer saber se você foi injustiçado. O que elas vão querer é algo bom… algo que seja bom pra elas.

Maldade?

Pode até ser. Mas a vida real é assim.

Eu sei que muita gente passa por obstáculos mais difíceis. Não estamos em uma corrida justa e eu não acho que você deve ter uma atitude passiva diante de tudo isso. Mas reclamar não adianta.

Se você não é um dos sortudos, essa é a sua realidade e ponto final. Lide com ela. Lute. Produza. Trabalhe mais e cale a boca do mundo. Mostre que você é capaz. Afinal, dentro de uma série de fatores sobre os quais você não tem nenhum controle, existe um que está totalmente nas suas mãos: o seu empenho.

Não se cale diante das injustiças. Não ache que por ser uma minoria você deve aceitar imposições preconceituosas da sociedade. Mas também não fique sentado esperando o mundo se tornar um lugar belo e equilibrado que vai te tratar de forma especial só porque você merece.

Isso não vai acontecer.

No fim das contas, o universo não te deve nada e você é o único responsável pelos rumos que a sua vida leva. E isso é inspirador.

Sendo assim, seja forte. Para de se ver como vítima e assuma o papel de herói da própria história. Afinal de contas, esse tempo que você está usando para reclamar poderia ser melhor empregado na sua escrita, não acha?

Compartilhar agora!

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Seja como um tubarão: continue se movendo

Dizem por aí que um tubarão jamais pode parar de se mover ou ele morre. Se é verdade, eu não...

A boa ideia de hoje vence a ideia melhor de amanhã

A ideia está bem legal, você é capaz de enxergar um caminho interessante e sabe que ela tem uma energia...

Deixe de ser preguiçoso e abra os olhos

Quem aí já foi impactado por propagandas ou páginas de redes sociais dizendo que possuem a resposta para o seu...

Escrever é muito mais do que escrever

De vez em quando alguém aparece por aqui e pergunta do que se trata o meu trabalho. Eu explico que...

Se você nunca ficou puto comigo, não estou fazendo meu trabalho direito

Você já deve ter ficado puto comigo. Já deve ter lido algum dos meus textos e pensado que eu sou...

Você tem ideias demais ou atitudes de menos?

De repente você se vê invadido por um fluxo de ideias sensacionais para livros, contos, seriados, novelas, podcasts, tirinhas de...

Você não quer ser escritor p#&!@ nenhuma

Então tudo o que você quer é ser um escritor? Esse é o seu lindo sonho e o seu papel...

Chega de ser vítima

Eu não conheço você. Não conheço as suas dores, dificuldades e nem as injustiças que a vida te trouxe. Mas,...