Como escrever conteúdo legal para o meu blog?

Recebi essa pergunta sobre conteúdo faz uns dias lá no meu Instagram e achei muito pertinente. Só que a resposta é um pouquinho complexa para se passar por lá, por isso achei que merecia um texto especial só pra ela.

Sendo assim, vou tentar responder, da melhor maneira que posso, como escrever conteúdo legal para um blog.

Pra começo de conversa, temos que entender o que é um conteúdo legal. Será que há uma fórmula pra ele? Um truque secreto que faz seus blog posts serem mais acessados e compartilhados?

Eu acredito que não. Se alguém tivesse essa fórmula, já estaria milionário. Porém, eu acredito que existem algumas pequenas técnicas que ajudam, sim. Técnicas que trarão mais gente para o seu site e que farão alguns visitantes se tornarem fãs.

Mas antes, vamos entender o que você quer.

Qual é o seu objetivo com o seu blog?

Isso influencia diretamente na nossa percepção de como seu conteúdo deve ser.

Se você está escrevendo pra você mesmo, como uma espécie de diário ou terapia, eu diria que o conteúdo legal é aquele que está fazendo bem pra VOCÊ. É isso o que você deve ter em mente. Então não se preocupe com números de acesso, likes e coisas do tipo. Foque apenas no seu processo de melhoria. A escrita deve fazer bem pra você e ponto final.

Já se você está escrevendo para atrair mais tráfego… bom, aí você terá que se preocupar com algumas questõezinhas técnicas. Procure aprender mais sobre SEO e palavras-chave (a Rock Content oferece cursos gratuitos nessa área). Use o Google Trends para encontrar assuntos. Vá atrás de blogs semelhantes aos seu, se apresente e pergunte se eles estão dispostos a fazer uma parceria com guest posts. Vale até pensar em gastar um pouquinho com ads, dependendo do seu caso.

Mas se você escreve para se conectar com um público e construir a sua imagem, então você precisa entregar valor. Sério. Procure conhecer esse público com quem você quer falar e descubra quais assuntos eles estão interessados em conhecer… aí aprenda sobre esses assuntos e transmita o seu conhecimento para as pessoas. Do seu jeito. Com a sua voz. Faça a leitura do seu texto valer a pena. Faça o leitor sair do seu blog com a sensação de que não perdeu tempo. Faça das suas palavras uma coisa valiosa.

Pelo menos é isso que tento fazer. E acho que às vezes eu consigo. Nem sempre, mas às vezes dá muito certo e o resultado é extremamente recompensador.

Saiba o que você quer. Saiba para quem está escrevendo. Saiba sobre o que o seu público gostaria de aprender. Aí entregue isso pra ele daquele jeitinho só seu!

Compartilhar agora!

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

O grande antagonista

Toda história tem um antagonista, alguém que se coloca contra os objetivos do herói e o atrapalha em seu caminho....

Ninguém vai salvar você

Quando a gente está criando uma história mais tradicional, uma das coisas mais importantes é pensar em um protagonista realmente...

A sua ideia não vale nada

Quando a turma que adora escrever ou contar histórias se encontra (seja pessoalmente ou na internet), não demora pra conversa...

Como escrever conteúdo legal para o meu blog?

Recebi essa pergunta sobre conteúdo faz uns dias lá no meu Instagram e achei muito pertinente. Só que a resposta...

Por que não escrevo mais sobre o ofício de escrever

Se você acompanha o meu trabalho, deve ter percebido que já faz um bom tempo que eu não escrevo um...

Sobre vaidade e gratidão no meio criativo

Eu adoro o trabalho criativo. Sério. Eu meio que sou imprestável para tudo o que não envolve usar a criatividade...

Homunk: seu estúdio virtual

Uma das coisas que eu mais gosto disso de ter um site é o contato com o público. Sério, é...

Ninguém quer ler as suas m#rd@s

Em uma tradução livre, esse aí é o título do primeiro livro que li em 2018... e que livro sensacional....