Como ter concentração na hora de criar uma história?

Compartilhar agora!

Foco tem se tornado uma coisa cada vez mais rara e preciosa nesses tempos modernos. Não é pra menos, com tanta informação, propaganda, luzes brilhantes, gifs de gatinhos e problemas do dia a dia soltos por aí.

Se você não tomar cuidado, pode ver toda a sua energia e tempo disponível para a criação de histórias ser devorado por atualizações de Facebook ou mensagens de grupos no Whatsapp. Então, como fazer para manter a concentração?

Em primeiro lugar, estabeleça uma meta. Essa meta pode ser por tempo ou produtividade, mas ela deve ser respeitada. Se você quer ver um trabalho criativo tomar forma, você precisa se forçar a seguir a sua meta, ok?

Diga a si mesmo que você não vai levantar da cadeira enquanto não alcançar o seu objetivo e faça um acordo interno de manter a sua concentração ao longo desse processo. Se por acaso você se flagrar viajando na maionese, tente não ficar irritado, apenas volte novamente ao estado de concentração e siga adiante.

Em segundo lugar, se livre das fontes de distração. E quando digo se livrar, é se livrar mesmo.

Desligue o seu celular, ou melhor, deixe-o em outro cômodo da casa/escritório (no modo silencioso) para que você não tenha nem que olhar pra ele. Feche todas as abas do seu navegador. Desconecte da internet. Proíba as pessoas de te interromperem. Feche as cortinas da sua janela. Assuma o controle!!!

Entenda que a parte técnica de qualquer trabalho (mesmo da criação de histórias) tem momentos bastante chatos e, por isso, sua mente vai procurar uma desculpa para fugir. Se você se livrar das fontes das distrações, sua mente terá menos desculpas.

Em terceiro lugar, force até pegar no tranco.

Como expliquei acima, a mente vai procurar uma fuga, mas, se você forçá-la por um caminho, chegará uma hora em que ela aceitará a tarefa. Ela compreenderá que será menos trabalhoso seguir até o final da jornada do que fazer o caminho de volta e nesse momento você entrará no que chamamos de momentum, um fluxo poderoso de criação. É aqui que a magia acontece.

Por fim, entenda que a concentração funciona como um músculo. Quanto mais você praticar, mais forte ela ficará. Ainda assim, existirão alguns dias nos quais a coisa será mais complicada e você sofrerá mais para produzir. Tudo bem, é assim mesmo. Nem sempre as coisas vão bem. O importante é sobreviver a esses dias, cumprir a sua meta e seguir em frente.

Compartilhar agora!

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Por que as pessoas leem?

Esqueça respostas bonitinhas como: estilo, conhecimento, bom-gosto literário, informação, criatividade e todas as demais que ficariam ótimas em um programa...

As vantagens de escrever sobre o que você sabe

Já falamos aqui sobre a importância de se escrever sobre aquilo que se ama, além de se escrever sobre aquilo...

A sua visão é única

De vez em quando eu encontro pessoas que querem escrever um livro, mas ficam com medo de começar porque acham...

Escreva além do que você sabe

Um conselho famoso encontrado em diversos livros e cursos de escrita criativa é o tal do escreva sobre o que você...

Sangrar na página

"Tudo o que você precisa fazer é sentar em frente à sua máquina de escrever e sangrar". Pesado, né? Essa...

Dá pra escrever com verdadeira indiferença?

"Não se pode escrever nada com indiferença". A frase é da Simone de Beauvoir e reforça aquilo que falamos no...

Crie com amor

Eu não vou mentir pra você: eu não amo tudo o que eu crio. Como eu trabalho com escrita (além...

Escrever é difícil

Escrever não é fácil. Pode vir a ser fácil... em alguns momentos. Mas nunca será totalmente livre de sofrimento. Sentar...