Crie com amor

Eu não vou mentir pra você: eu não amo tudo o que eu crio.

Como eu trabalho com escrita (além de escritor, sou redator publicitário), nem tudo o que eu produzo é fruto do meu coração. Tem vezes que eu simplesmente tenho que sentar a bunda na cadeira e traduzir uma ideia por meio de frases para que determinado público entenda aquilo de um jeito mais agradável.

Às vezes, pra piorar, o trabalho é tão estressante e acelerado que vem até com uma dose de raiva.

Faz parte.

Porém, mesmo nessas horas, eu amo criar. Eu fico agradecido pelo fato de poder usar algo que eu acho lindo, como a escrita, para ganhar a vida. Por mais que eu não esteja amando o que estou escrevendo, eu estou amando o fato de poder escrever. Até porque essa prática constante me permite testar coisas, me aprimorar e manter o hábito.

E tudo isso me faz dar ainda mais valor para os textos que eu realmente quero escrever e para as histórias que eu quero contar. É nesse instante que o amor pela forma (a escrita) e o amor pelo conteúdo (o texto) se encontram e que a mágica acontece.

Talvez os outros não consigam ver a diferença nesses dois tipos de trabalho. Não faço a menor ideia.

Mas eu percebo em cada vírgula.

Percebo porque o trabalho que faço com amor me acelera o coração assim que ponho os olhos nele. E é desse jeito que me encho de força para continuar.

Eu amo criar.

Só assim você vai conseguir fazer pra sempre! ❤️

A post shared by Escrever e Viver – Nano (@escrever_viver) on

Compartilhar agora!

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Por que não escrevo mais sobre o ofício de escrever

Se você acompanha o meu trabalho, deve ter percebido que já faz um bom tempo que eu não escrevo um...

Sobre vaidade e gratidão no meio criativo

Eu adoro o trabalho criativo. Sério. Eu meio que sou imprestável para tudo o que não envolve usar a criatividade...

Homunk: seu estúdio virtual

Uma das coisas que eu mais gosto disso de ter um site é o contato com o público. Sério, é...

Ninguém quer ler as suas m#rd@s

Em uma tradução livre, esse aí é o título do primeiro livro que li em 2018... e que livro sensacional....

Para criar uma história incrível em 2018…

Enfim chegamos ao último dia do ano! Não sei pra você, mas pra mim 2017 foi bastante desafiador. Como uma...

Vai escrever um livro em 2018?

Olha que iniciativa legal da Amazon! Pensando em quem tem o sonho de escrever um livro e já colocou esse...

The Black Monday Murders: todos louvem o deus dinheiro

Texto publicado no Update Or Die. 1929, quebra da bolsa de valores de Nova York, também conhecida como a Grande Depressão....

The Punisher: a melhor e mais ousada série da Marvel

Texto publicado no Update Or Die. Embora a série traga como título o codinome do anti-herói, ela poderia muito bem...