Dá pra escrever com verdadeira indiferença?

Compartilhar agora!

“Não se pode escrever nada com indiferença”.

A frase é da Simone de Beauvoir e reforça aquilo que falamos no post anterior, sobre criar com amor.

Ah, mas isso quer dizer que não dá pra criar sem amor? Claro que dá pra criar sem amor. O que não dá pra fazer é simplesmente não dar a mínima para o que se está escrevendo.

No exemplo que utilizei antes, sobre meu trabalho como redator publicitário, por mais que eu escreva coisas que nem sempre amo, eu nunca estou indiferente. Eu tenho uma motivação para escrever aqueles textos, nem que seja uma motivação financeira.

É nesse sentido que interpreto a frase de Beauvoir, pois a escrita não pode ser totalmente desprovida de interesse. Se fosse assim, por que se dar ao trabalho?

Pra gente parar e dar voz ao nosso mundo interior, é preciso se importar.

Às vezes eu amo o que escrevo (a situação ideal).

Às vezes eu escrevo porque estou com raiva (terapêutico).

Às vezes escrevo porque algo dentro de mim está transbordando e precisa sair (pensamentos e poesia).

Às vezes eu escrevo porque preciso pagar contas (interesse financeiro).

Mas, em todas as vezes que escrevo – em todas – existe algo maior por trás.

Não sei se é possível fazer diferente disso! =)

E olha que quem diz não é ninguém menos que Simone de Beauvoir! 👏🏼👏🏼👏🏼

A post shared by Como Escrever (@como_escrever) on

Compartilhar agora!

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Por que as pessoas leem?

Esqueça respostas bonitinhas como: estilo, conhecimento, bom-gosto literário, informação, criatividade e todas as demais que ficariam ótimas em um programa...

As vantagens de escrever sobre o que você sabe

Já falamos aqui sobre a importância de se escrever sobre aquilo que se ama, além de se escrever sobre aquilo...

A sua visão é única

De vez em quando eu encontro pessoas que querem escrever um livro, mas ficam com medo de começar porque acham...

Escreva além do que você sabe

Um conselho famoso encontrado em diversos livros e cursos de escrita criativa é o tal do escreva sobre o que você...

Sangrar na página

"Tudo o que você precisa fazer é sentar em frente à sua máquina de escrever e sangrar". Pesado, né? Essa...

Dá pra escrever com verdadeira indiferença?

"Não se pode escrever nada com indiferença". A frase é da Simone de Beauvoir e reforça aquilo que falamos no...

Crie com amor

Eu não vou mentir pra você: eu não amo tudo o que eu crio. Como eu trabalho com escrita (além...

Escrever é difícil

Escrever não é fácil. Pode vir a ser fácil... em alguns momentos. Mas nunca será totalmente livre de sofrimento. Sentar...