Deixe de ser preguiçoso e abra os olhos

Quem aí já foi impactado por propagandas ou páginas de redes sociais dizendo que possuem a resposta para o seu sucesso como escritor?

Que basta você fazer aquela mentoria, comprar aquele curso, contratar tal serviço e aí todos os seus sonhos finalmente vão se tornar realidade?

Que você tem um enorme potencial aí dentro e basta você desembolsar alguns milhares de reais para ser descoberto pelo mercado?

É… eu também já.

E eu já caí nessa muitas vezes até criar vergonha na cara.

Olha só, eu sou apaixonado pelo ser-humano. Acredito que somos realmente incríveis e capazes de coisas inimagináveis. Afinal, saímos de cavernas e árvores e dominamos o mundo apenas com a força do nosso intelecto e criatividade.

Mas eu tenho um problema com pessoas.

Pessoas são complicadas, egoístas, invejosas, maldosas e, o pior de tudo, preguiçosas.

Todos somos. Eu sou preguiçoso pra cacete.

E é por causa da nossa preguiça que amaldiçoamos a nós mesmos a uma vida de mediocridade e infortúnio, na qual estamos fadados a sermos vítimas de espertalhões que lucram e engordam por causa da nossa vadiagem.

 Nós não queremos ter que investir anos de estudo e esforço para ficarmos bons em algo. Nada disso. O que nós queremos de verdade é alguma coisa tipo…

“Escreva seu livro e fique rico em uma semana sem precisar digitar uma só palavra… por apenas R$499,90”.

A gente sabe que é mentira. A gente sabe que isso não vai acontecer. Mas a gente compra mesmo assim. Tudo para escapar da terrível verdade de que, para ter resultado no que quer que seja, a gente vai precisar ralar.

Claro que investir em si mesmo é a melhor coisa que você pode fazer. Leituras. Prática. Cursos. Mentorias. Tudo isso é sensacional. Mas de nada adianta se você não aceitar o fato de que vai ter que sofrer. De que vai passar meses ou anos estudando. De que, para conquistar algo, terá que atravessar o inferno.

Por isso eu estou aqui hoje pra dizer:

Pare de evitar. Pare de fugir. Aceite logo as porcarias das chamas e comece a travessia. Você vai ver que, uma vez no meio do calor, não terá outra alternativa a não ser abrir os olhos e se mexer pra valer.

Vamos?

Compartilhar agora!

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Recentes

15 livros para quem quer aprender escrita e storytelling

Boa parte da minha formação como storyteller e escritor veio de livros técnicos. É verdade que eu sigo me atualizando...

Você escreveria o seu texto mesmo se tivesse zero visualizações?

Olhar pra sua produção de forma estratégica é um grande diferencial do escritor mais experiente..Saber selecionar assuntos, moldar as frases,...

Quero escrever, mas minha mente está cheia. O que fazer?

Puxa, que ideia genial! Você se senta pra escrever, todo empolgado com essa sua nova ideia. No primeiro dia a...

Escrever é viver no nível mais forte

Quem me segue a mais tempo sabe por que a página tem esse nome, mas acho que nunca parei pra...

Leia esse post e descubra (FINALMENTE) pra que serve o título

Seja na capa de um livro ou no topo de um texto em seu blog, acredito cada vez mais que...

Vale a pena escrever um livro em um mês?

Tenho recebido muitas perguntas questionando a utilidade do NaNoWriMo. Antes de responder, porém, vale explicar o que diabos é isso....

Ninguém é vilão na própria história

Recentemente, no Instagram, falamos sobre o novo filme do Coringa e analisamos alguns pontos de destaque da narrativa. Talvez o...

O seu texto é útil?

A atenção se tornou um dos nossos ativos mais valiosos. Somos, a todo momento, impactados por centenas de informações e...