Ler como um escritor

Acho que os dois maiores conselhos para escritores que vemos por aí são:

  1. Escreva muito.
  2. Leia muito.

E não há o que discutir aqui. São, de fato, ótimos conselhos. Mas existe um detalhezinho escondido: não adianta você ler pra caramba se não se preocupar em ler como um escritor.

E o que diabos é isso, Nano?

É simples. Ler como um escritor é curtir a leitura (como qualquer leitor normal), mas também se preocupar em enxergar o que está por trás das palavras. Lembra, no filme Matrix, quando o Neo se tornava O Escolhido e conseguia ver todos os códigos daquela realidade? É mais ou menos assim.

O que você precisa fazer é se atentar para a criação de personagens e seus diferentes arcos. Para a forma como a história foi estruturada. Para o método de criação de capítulos. Para o uso da tensão e conflito.

Tudo isso deve estar na sua mente quando estiver lendo uma obra. É desse jeito que você aprende novas técnicas e evolui de verdade.

Experimente! 🙂

Compartilhar agora!

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

O grande antagonista

Toda história tem um antagonista, alguém que se coloca contra os objetivos do herói e o atrapalha em seu caminho....

Ninguém vai salvar você

Quando a gente está criando uma história mais tradicional, uma das coisas mais importantes é pensar em um protagonista realmente...

A sua ideia não vale nada

Quando a turma que adora escrever ou contar histórias se encontra (seja pessoalmente ou na internet), não demora pra conversa...

Como escrever conteúdo legal para o meu blog?

Recebi essa pergunta sobre conteúdo faz uns dias lá no meu Instagram e achei muito pertinente. Só que a resposta...

Por que não escrevo mais sobre o ofício de escrever

Se você acompanha o meu trabalho, deve ter percebido que já faz um bom tempo que eu não escrevo um...

Sobre vaidade e gratidão no meio criativo

Eu adoro o trabalho criativo. Sério. Eu meio que sou imprestável para tudo o que não envolve usar a criatividade...

Homunk: seu estúdio virtual

Uma das coisas que eu mais gosto disso de ter um site é o contato com o público. Sério, é...

Ninguém quer ler as suas m#rd@s

Em uma tradução livre, esse aí é o título do primeiro livro que li em 2018... e que livro sensacional....