O Urso

Na semana passada li um livro bastante interessante e que acho que merece a menção aqui no blog. Trata-se de O Urso, de Claire Cameron.

A história é inspirada em um caso real, quando um urso negro atacou um acampamento e matou um homem e uma mulher, aparentemente sem muito motivo a não ser o desejo de provar uma carne diferente. Pela descrição você pode pensar que seria uma trama de suspense. Algo tipo Tubarão, mas com acampamentos no lugar de praias.

Pois é, foi o que pensei também.

Confesso que, quando comprei o livro, achei que seria algo em outra pegada, com mais horror, tripas e medo. Não é bem por aí que a coisa toda caminha, mas isso se mostrou uma surpresa positiva.

O grande diferencial de O Urso está na protagonista da história: Anna, uma garotinha.

Anna e o irmãozinho de 3 anos (que ela chama de Grude) escapam do ataque do urso e precisam sobreviver sozinhos na floresta, enquanto o animal ainda está à espreita. Sim, é uma situação de tensão, mas o genial da história é que ela é toda contada em primeira pessoa, com grandes passagens de fluxo de consciência da menina.

Vemos como Anna não entende bem o que está acontecendo (embora a gente entenda… o que deixa tudo ainda mais angustiante). Ela faz associações típicas de criança e cria uma outra realidade em sua cabeça para não ter que lidar com os fatos. É desolador.

Fãs de uma narrativa mais acelerada podem se incomodar com essas pausas introspectivas da menina, mas, na minha opinião, é o que realmente confere um caráter único e diferente a essa história.

O Urso, no fim das contas, não é um livro de horror. Não da maneira como esperamos, pelo menos. Ele é uma obra sobre as nossas perdas e sobre como elas nos definem. Uma obra sobre trauma e superação. Uma obra que nos mostra a força que existe dentro de todos nós, desde o princípio.

Compartilhar agora!

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

O Urso

Na semana passada li um livro bastante interessante e que acho que merece a menção aqui no blog. Trata-se de O...

A maior das histórias

A minha vida toda eu adorei histórias. Quando criança, gastava horas criando uma narrativa gigante com os meus bonequinhos dos...

Devo escrever de forma pessoal?

Decidi escrever esse texto porque tive uma conversa interessante com um leitor aqui do blog. Basicamente ele me perguntou sobre...

O grande antagonista

Toda história tem um antagonista, alguém que se coloca contra os objetivos do herói e o atrapalha em seu caminho....

Ninguém vai salvar você

Quando a gente está criando uma história mais tradicional, uma das coisas mais importantes é pensar em um protagonista realmente...

A sua ideia não vale nada

Quando a turma que adora escrever ou contar histórias se encontra (seja pessoalmente ou na internet), não demora pra conversa...

Como escrever conteúdo legal para o meu blog?

Recebi essa pergunta sobre conteúdo faz uns dias lá no meu Instagram e achei muito pertinente. Só que a resposta...

Por que não escrevo mais sobre o ofício de escrever

Se você acompanha o meu trabalho, deve ter percebido que já faz um bom tempo que eu não escrevo um...