Quero escrever, mas minha mente está cheia. O que fazer?

Puxa, que ideia genial!

Você se senta pra escrever, todo empolgado com essa sua nova ideia.

No primeiro dia a coisa flui que é uma maravilha.

No segundo, fica um pouco mais difícil, mas você vai em frente. Afinal, a ideia é muito bacana.

No terceiro dia você começa a ficar cansado e a ideia já não parece tão boa assim.

Lá pelo 7º ou 8º dia você tá de saco cheio e a ideia fede como lixo.

E aí, o que você faz?

Você segue em frente, usando planejamento para ajustar pontos problemáticos? Não!

Você termina seu primeiro rascunho sabendo que tudo bem ele ficar uma merda e que você poderá aprimorar depois? Não!

Você se compromete em terminar o que começou? Não!

Ao invés disso, você desiste… mas você é tão malandro, que não chama isso de desistência. Você está apenas largando esse projeto porque uma nova ideia surgiu.

Essa nova ideia, sim, é genial.

E lá vai você recomeçar o processo… até a próxima dificuldade… e a próxima ideia… em um ciclo infinito que não te permite concluir nada.

Está com um projeto em andamento? Pare com essa porcaria de ficar tendo ideiazinha e se concentre em escrever.

Um livro se escreve com palavras, não com ideias soltas!

Compartilhar agora!

Related Posts

Posts Recentes

Formas de se contar uma história: narrativa circular

E por fim chegamos ao terceiro e último tipo de narrativa que abordaremos nessa semana. Chegou a hora de falarmos...

Formas de se contar uma história: narrativa não-linear

No post anterior vimos que a maneira como você escolhe contar a sua história pode fazer uma grande diferença no...

Formas de se contar uma história: narrativa linear

Toda história trata, fundamentalmente, da jornada de alguém em busca de algo que precisa/deseja e sobre como ele precisa superar...

Como usar símbolos em uma história: o mal

Todos nós enfrentamos um mal. Todos. Cada um. Sem exceção. Se você parar pra pensar, é quase inacreditável que um...

Como usar símbolos em uma história: objetivos

Um herói é chamado para uma missão dificílima. A virgem, jovem e bela princesa (antes de reclamar, leita tudo) foi...

Como usar símbolos em uma história: personagens

Uma boa história nunca é só uma história. Ela é algo pulsante, poderoso, que parece alcançar um espaço profundo dentro...

Como mostrar o passado do personagem por meio da ação

Um personagem é, acima de qualquer coisa, aquilo que ele faz. De nada adianta você construir um backstory cheio de...

Como mostrar o passado do personagem com caracterização

Há muitas formas de revelar detalhes importantes sobre a backstory do seu personagem – e nem todas elas precisam ser...