Se é pra criar, que seja com tudo o que temos

Se é para criar algo, eu vou criar com tudo o que tenho.

Porque, embora o ato de criação seja maravilhoso, ele também é a maior das responsabilidades.

Criar nos faz verdadeiros mágicos, trazendo para o mundo real o que antes não existia.

Criar nos aproxima dos deuses.

Mas criar também exige tudo o que temos pra dar e ainda mais.

Por isso eu digo: se é pra criar algo, tem que ser com tudo o que temos.

Tem que ser com tudo ou a gente não aguenta.

Porque, pra cada momento de alegria e pra cada sorriso dado, surgem infindáveis dúvidas.

Surgem dores, inseguranças e sacrifícios.

Sim, sacrifícios.

Enquanto os outros estão lá se divertindo, você está ralando.

Enquanto o mundo repousa, você está acordado, pensando em como criar de um jeito melhor, mais completo e que deixe um legado de valor.

Hoje, olhando pra trás, eu vejo que, quando a gente começa a criar, não está preparado pra valer para a missão.

O que acontece é que, ao longo das provações do caminho, nós vamos descobrindo uma força que não imaginávamos ter. Nós vamos nos transformando em quem deveríamos ser. Nós quebramos ou voamos.

De certa forma, ao criar algo, nós criamos uma nova versão de nós mesmos também.

E é por isso que tenho sacrificado tanto nos últimos meses. Por isso não tenho descansado direito, não tenho trabalhado como gostaria e não tenho sido tão eficiente como em outros tempos.

Porque estou criando. E criar exige tudo o que a gente tem pra dar.

Ainda mais quando a criação é muito maior e mais importante do que a nossa própria vida.

Meu filho Pedro, em mais alguns meses você estará nos meus braços e eu mal posso esperar para criar uma nova etapa da vida com você.

Eu, sua mãe e seu irmão sabemos que será desafiador. Sabemos que teremos que criar uma versão melhor de nós mesmos, pois é isso o que você merece.

Mas, pode ter certeza, nós vamos criar. E será com tudo o que temos.

Compartilhar agora!

Related Posts

Posts Recentes

Se é pra criar, que seja com tudo o que temos

Se é para criar algo, eu vou criar com tudo o que tenho. Porque, embora o ato de criação seja...

Isso não pode faltar na sua história de terror

Já parou pra pensar como as grandes histórias de terror parecem ter algo em comum? Você pega o livro, inicia...

Por dentro do conto: conflito único

Toda história precisa de conflitos e obstáculos. Precisa de adversidades às quais o protagonista deve superar para aprimorar a si...

Por dentro do conto: personagens

Ontem falamos sobre como o tamanho diminuto do conto é aquilo que o define em essência. Mas e quanto aos...

Por dentro do conto: tamanho

O conto é, inegavelmente, a mais famosa das narrativas curtas. Embora o advento dos e-books tenha gerado uma nova onde...

Formas de se contar uma história: narrativa circular

E por fim chegamos ao terceiro e último tipo de narrativa que abordaremos nessa semana. Chegou a hora de falarmos...

Formas de se contar uma história: narrativa não-linear

No post anterior vimos que a maneira como você escolhe contar a sua história pode fazer uma grande diferença no...

Formas de se contar uma história: narrativa linear

Toda história trata, fundamentalmente, da jornada de alguém em busca de algo que precisa/deseja e sobre como ele precisa superar...