A sua visão é única

De vez em quando eu encontro pessoas que querem escrever um livro, mas ficam com medo de começar porque acham que não são interessantes o suficiente.

Essas pessoas dizem que têm medo de que ninguém leia seus escritos ou, pior, que leiam e achem tudo bobo e sem graça. É triste, pois elas realmente acreditam que suas vidas não possuem nada demais, que elas não têm nada a oferecer.

Isso é impossível.

Cada um de nós veio a esse mundo como uma expressão única do grande impulso criativo. Somos mais de 6 bilhões de pessoas dividindo um planeta e ninguém é igual a ninguém. Absolutamente ninguém. Nem mesmo aqueles gêmeos super próximos.

Cada um de nós traz um ponto de vista especial da realidade e esse ponto de vista nos torna interessantes, nos torna exóticos e com estilo e com sabedoria própria.

Olhe para você mesmo e para a sua história até aqui. Lembre de tudo o que já viveu e como isso influencia a forma como você olha para o mundo e para as outras pessoas. Leve em consideração as coisas que você ama e que você odeia. Se você misturar tudo isso em um liquidificador, terá material suficiente para muitos e muitos livros.

Você é interessante. Eu juro!

Compartilhar agora!

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Devo escrever de forma pessoal?

Decidi escrever esse texto porque tive uma conversa interessante com um leitor aqui do blog. Basicamente ele me perguntou sobre...

O grande antagonista

Toda história tem um antagonista, alguém que se coloca contra os objetivos do herói e o atrapalha em seu caminho....

Ninguém vai salvar você

Quando a gente está criando uma história mais tradicional, uma das coisas mais importantes é pensar em um protagonista realmente...

A sua ideia não vale nada

Quando a turma que adora escrever ou contar histórias se encontra (seja pessoalmente ou na internet), não demora pra conversa...

Como escrever conteúdo legal para o meu blog?

Recebi essa pergunta sobre conteúdo faz uns dias lá no meu Instagram e achei muito pertinente. Só que a resposta...

Por que não escrevo mais sobre o ofício de escrever

Se você acompanha o meu trabalho, deve ter percebido que já faz um bom tempo que eu não escrevo um...

Sobre vaidade e gratidão no meio criativo

Eu adoro o trabalho criativo. Sério. Eu meio que sou imprestável para tudo o que não envolve usar a criatividade...

Homunk: seu estúdio virtual

Uma das coisas que eu mais gosto disso de ter um site é o contato com o público. Sério, é...